.Poeta e Pensador

ruiemanuelpais
Quarta-feira, 24 de Março de 2010

A ECONOMIA NA NOVA ESPIRITUALIDADE NA UNIDADE E LIBERDADE

 

 

A ECONOMIA NA NOVA ESPIRITUALIDADE

 

 

NA ECONOMIA DO FUTURO A NOVA ESPIRITUALIDADE FARÁ EMERGIR

UMA MAIOR NOÇÃO DE AUTOCONFIANÇA.

 

 

Os indivíduos assumirão maior responsabilidade sobre suas vidas, e o mesmo farão os grupos de pessoas que se reunirão para o bem comum.

 

Nos dias da Nova Espiritualidade, a economia será localizada.

 

A maneira mais eficaz de deslocar o poder económico dos poucos escolhidos para os muitos é através da descentralização.

 

Nos dias da Nova Espiritualidade, não haverá acumulação desproporcionada de riqueza e recursos, e deixará de ser permitida a existência da pobreza extrema, pelo que esta situação abaixo deixará de existir:

 

 

 

DINHEIRO SÍMBOLO DE PODER

 

Dinheiro tantas vezes és desgraça…

Por ti maltrata-se, rouba-se, mata-se.

Dinheiro és a falsa alma da humana raça…

Contigo trafica-se, engana-se, rapta-se!

 

Dinheiro que corrompes o mundo inteiro

Tu és o símbolo da hegemonia no poder…

Dinheiro sem escrúpulos, aventureiro…

Nas mãos dos que te fazem crescer!

 

Rui Pais

 

 

Longe irão os dias em que uma percentagem minúscula da população detém uma percentagem enorme do dinheiro e dos recursos do mundo.

 

Nos dias da Nova Espiritualidade será reconhecido que todo o ser humano tem direito às coisas elementares da Vida e à capacidade de sobreviver.

 

No futuro a adesão ao Deus de Amanhã fará com que seja impossível ignorá-las e eliminará a necessidade da humanidade manter a mentalidade de lucro/sobrevivência que tem caracterizado as suas actividades económicas durante milénios.

 

Nos dias da Nova Espiritualidade será reconhecido que os recursos naturais pertencem a todos.

 

Será inaceitável para toda a gente que uma nação ou um indivíduo reclamem a posse ou o controlo dos recursos naturais do planeta simplesmente em função da sua localização. Recursos preciosos tais como as árvores (que fornecem o oxigénio ao mundo, ao fim e ao cabo), minerais, petróleo e água serão encarados como Bens Comuns detidos para toda a humanidade, para serem usados por toda a humanidade para o máximo benefício de toda a humanidade.

 

A NOVA ESPIRITUALIDADE NOS LIVRARÁ DUMA COMPETIÇÃO DESENFREADA.

 

Texto da Nova Era da Espiritualidade com o meu POEMA para que se possa entender os novos tempos que se avizinham separando o trigo do joio…

 

Neste contexto o poema simboliza a sociedade actual, o actual mundo TEMPO É DINHEIRO, enquanto o texto da Nova Espiritualidade, elucida-nos sobre este tempo que se acerca após a derrocada do dinheiro numa COMUNIDADE igual para todos isento de MONOPÓLIOS FINANCEIROS onde o TEMPO É ARTE… então e só então emergirá a verdadeira justiça da própria Consciência do ser divino…

 

Adaptação feita por Rui Pais para uma melhor assimilação

24/03/2010

publicado por Emanuel às 08:37
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. ALGUNS PENSAMENTOS DE GRA...

. SABEDORIA DO SOL NASCENTE...

. A CIÊNCIA DE ELIPHAS LEVI...

. A LUZ DO MILAGRE DA VIDA ...

. O que vale na Vida não é ...

. PENSAMENTOS "LIVRO DOS SÁ...

. MANIFESTAÇÃO DO DESPERTAR...

. O PENSAMENTO DE MO TI CO...

. A VIDA É UMA PORTA ABERTA...

. A ESCOLA DA VIDA DO BERÇO...

.arquivos

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

.favorito

. SER POETA É LUTAR PELA PA...

blogs SAPO

.subscrever feeds